Saga Crepúsculo chega ao penúltimo filme, que pode ser visto nesta quinta

s vezes, o amor pode não se realizar em felicidade linear. Pelo menos é o que parece querer dizer a série cinematográfica Crepúsculo, cujo desfecho começa a se desenhar com a estreia mundial de Amanhecer — Parte 1, marcada para esta sexta-feira (18/11). Porém, a partir de hoje, os fãs de todo o planeta já têm a chance de assistir a mais uma adaptação inspirada nos livros homônimos da norte-americana Stephenie Meyer nas pré-estreias que ocupam os cinemas dos shoppings centers da capital. Ainda não é o fim da linha desta saga de amor adolescente, entremeada por reviravoltas e obstáculos infindáveis. A última parte do filme só entra em cartaz no ano que vem.

O lançamento tem um sabor especial para os aficionados brasileiros. Parte das filmagens foi feita em Paraty (RJ). É justamente uma das sequências mais esperadas da série, a lua de mel de Edward (Robert Pattinson) e Bella (Kristen Stewart). E bem: é quando finalmente eles consumam o amor improvável entre uma humana e um vampiro. “Sim, há uma camada emocional. Há muita coisa acontecendo ao mesmo tempo. Mas também é básico. É fundamentalmente algo por qual vivemos, uma história de amor. É uma fantasia, mas ao mesmo tempo não é. É difícil! Temos que lidar com muitas coisas”, qualificou a atriz Kristen Stewart.

Mudanças
Nas entrevistas de lançamento do filme, o elenco não demonstrou qualquer climão de despedida. A tônica eram as mudanças dos personagens. Nesta sequência, o casal encara obrigações de adultos com o casamento consumado e a expectativa para o nascimento de um filho, concebido durante os dias idílicos no Brasil. “Há todo um espectro de emoções. Ele (Edward) está finalmente feliz, no começo deste filme. E então, sistematicamente, sua felicidade apanha de tudo quanto é jeito (risos). É um cara meio azarado”, reconheceu o galã. Para Pattinson, o episódio tem uma relação maior com a origem da história. “Eu acho que esse novo filme vai a lugares mais extremos. No segundo e terceiro, você conhece os personagens, são mais aventuras com eles. Neste, estamos meio que de volta ao primeiro filme. Um drama familiar com um conflito central bastante estranho”, comparou.

Numa série especializada em romantismo atrapalhado por impossibilidades sobrenaturais, a fase de bonança dos protagonistas é novamente interrompida. A ameaça desta vez está dentro do corpo da heroína. A gravidez de alto risco é causada pelo fato de que o bebê é um vampiro e Bella, humana. “Acho que o que realmente muda para ela neste filme é que aqui todos se encontram, todos chegam a um consenso sobre por que as coisas foram tão loucas ou tão difíceis. Mas, não quis parecer a mesma garota procurando respostas”, antecipou a interprete da ex-indecisa Bella Swan. Ao que parece, o triângulo amoroso entre a humana, o vampiro e o lobisomem Jacob (Taylor Lautner) é totalmente abandonado nesta história com emoções deixadas propositadamente à flor da pele.

Fonte: Correio Web

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: