Luta contra o crack

Emicida, Edy Rock, KL Jay, Dexter, Tihuana e Charlie Brown Jr. Um elenco estelar, em se tratando de rap, desembarca em Ceilândia, nesta sexta-feira (16), e fica na cidade até domingo. O motivo? Além de apresentar as melhores rimas do gênero (ao lado de outros artistas, locais e nacionais), os artistas contribuem para a promoção da cultura na cidade, além de um projeto de revitalização do visual da obra inacabada na QNN 13, apelidada de Castelo de Grayskull (ou Cracolândia).

 A festa, intitulada Femubra – Hip Hop Contra o Crack (entrada franca e classificação indicativa de 18 anos), é organizada pela Secretaria de Juventude, e tem o objetivo, ainda, de sensibilizar a sociedade e gestores públicos para a problemática do crack no Distrito Federal. O Instituto Caminho das Artes, a Marola Disco e o rapper e produtor Marquim pretendem lançar, durante o evento um movimento de conscientização coletiva. Uma espécie de pacto pela vida. 

 O festival terá, além do rap, espaço para o grafite, skate e street dance, com músicos de diferentes trajetórias, influências e propostas estéticas. Tudo para ajudar a combater a venda e uso do crack, droga que tem alcançado a região. 

 Quem anda empolgado com a apresentação é o paulistano Dexter. Segundo ele, “a razão do evento é maravilhosa”. Dexter diz que, além do entretenimento, pretende levar a “informação das ruas”. Ou seja, dar toques de como sobreviver nas ruas de maneira positiva. “Essa causa é importante, o hip hop contra o crack. A intenção é contribuir para que esta realidade mude em Ceilândia. Brasília é uma região onde o aumento do crack acontece todo o dia. A ascensão do crack é notória aí”, disse, em entrevista por telefone, ao Jornal de Brasília.

 O rapper pretende conscientizar as pessoas de que dá para viver sem as drogas. Ele fala do alto da experiência de ter consumido crack durante um ano. “Tem que ter força de vontade. Quando você vê, a família toda está sofrendo”, lamenta ele, que tem  uma música, Salve-se Quem Puder, que retrata a questão de todas as mazelas do sistema, o cotidiano de violência, a questão das drogas, enfim.

 Sexta

DJ Chokolaty

20h30 Jordan 

21h Fuzuê Candango

21h30 Comunicação Racial

22h Tropa de Elite  

22h30 Guind’art 121  

23h Dexter

0h Tihuana

 Sábado

DJ Hércules

20h Rota 040

20h Filosofia Negra 

21h Liberdade Condicional 

21h30 Vera Verônica

22h Viela 17 

22h30 Tribo da Periferia

23h Consciência X Atual 

22h30 Elfus 

0h10 Rosana Bronk’s 

 Domingo

DJ Markinhos da Smurphies

16h Rei – Cirurgia Moral  

16h30 Atitude Feminina 

17h Bob Nickson 

17h30 Nego Dé 

18h Voz Sem Medo  

18h30 DJ Jamaika

19h Emicida

19h40 Charlie Brown JR

20h40 Edi Rock e KL Jay (Racionais)

 
Fonte: Da redação do clicabrasilia.com.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: